Notícias

Confira abaixo notícias sobre a Mobiltec e o mundo da tecnologia móvel.

Etapas da adoção de um software de MDM

A adoção de um sistema de MDM é cada vez mais essencial para as empresas que utilizam a tecnologia móvel para agilizar seus processos e operações. Antigamente somente as grande empresas se preocupavam com isso. No entanto, hoje em dia gerenciar o uso dos smartphones e tablets é essencial para qualquer tamanho de empresa, que deseje garantir que os equipamentos serão utilizados adequadamente, preservando sua vida útil, evitando consumo excessivo de dados dentre outras necessidades. Mas para que a escolha gere os resultados desejados, é necessário cumprir algumas etapas. Veja abaixo os principais passos para a adoção eficiente de um sistema de gerenciamento de dispositivos móveis.

Veja mais sobre os desafios de gerenciar o uso de aplicativos nos equipamentos da sua empresa.

Escolhendo os dispositivos: O primeiro passo é compreender claramente quais são as necessidades das suas equipes em campo, para determinar qual o dispositivo mais adequado. Que atividades são realizadas na jornada desses profissionais? Se, por exemplo, eles precisam realizar capturas de imagens, a câmera deve possuir uma boa resolução. Se eles utilizam voz e dados, um equipamento dualchip pode ser importante. Caso você deseje coletar a localização, equipamentos com GPS de maior precisão podem ser essenciais para uma informação assertiva.

Cuide que diferentes equipes podem ter necessidades diferentes, mas quanto mais diversificado for seu parque de dispositivos, mais dificuldade você terá para administrar. Logo, optar por um modelo que atenda os requisitos mais críticos tende a ser uma decisão mais eficiente.

Na hora de selecionar o dispositivo é importante verificar se os aplicativos empresariais funcionam bem no sistema operacional e versão escohidas.

Dica: Elabore um checklist, contendo todos os aplicativos utilizados pela empresa, tamanho do APK e versão mínima do Android que é utilizada. Com essa lista em mãos ficará mais fácil pensar nos requisitos básicos, antes de escolher um modelo de entrada. Lembre-se de que a busca é pelo melhor custo x benefício e não necessariamente pelo menor preço.

Escolha o fornecedor de MDM:Definido o equipamento que será utilizado, solicite um teste nas soluções de MDM que você estiver avaliando. Qual o modelo necessário para sua empresa? Em geral, existem duas opções:

a) ON PREMISE: Fica instalado nos servidores da sua empresa, tendo um maior custo e um processo de implantação um pouco mais complexo, mas a vantagem é que ele fica atrás do firewall da empresa. Muito utilizado por grandes empresas.

b) CLOUD: Disponível como serviço na nuvem, pode ser utilizado imediatamente após a contratação. Algumas soluções permitem a realização de testes imediatos gratuitamente, como o cloud4mobile.

Para a escolha do software de MDM é importante ter clareza quanto às reais necessidades da sua empresa. Existem soluções que oferecem inúmeros recursos e outras que oferecem recursos essenciais. Geralmente, a grande diferença está no investimento necessário. Claro que se pensar no longo prazo, você será tentado a contratar sempre a mais completa. Mas será que esse é o momento de justificar uma contratação porque talvez em alguns anos aquele recurso seja necessário?

Segundo o princípio de pareto, 20% dos recursos podem atender 80% das necessidades. Será que vale a pena pagar por 100% que talvez nunca sejam utilizados?

Teste de homologação: Depois de selecionada a solução de MDM, chegou a hora do teste de homologação. Selecione os modelos de dispositivos que serão utilizados e faça o enroll de cada um deles. Lembre-se que diferentes versões de sistema operacional têm comportamentos distintos. Por isso é importante homologar um dispositivo de cada fabricante/modelo/versão. Quanto mais próximo do ambiente de produção for seu ambiente de homologação, menos riscos de problemas posteriores você terá. Acesse cada funcionalidade do ambiente de administração do MDM e verifique o funcionamento. Faça distribuição dos APKs, atualize versões e estresse ao máximo os recursos do sistema. Checklists podem ajudar nessa etapa também para mapear o que já foi testado, o que foi satisfatório e o que não respondeu tão bem quanto o esperado.

Contratando o sistema de MDM: Deu tudo certo na homologação. Então agora sim é a hora de fechar o contrato. Mesmo que você pretenda expandir seu parque de dispositivos depois, comece contratando somente a quantidade que será de fato utilizada. Você poderá ampliar a base depois sem problemas e não ficará pagando por uma quantidade ociosa.Verifique no contrato de seu fornecedor políticas em relação a suporte, downtime e atualizações de software.

Colocando em produção: Você fará o enroll de todos os seus dispositivos internamente ou contratará um prestador de serviços para isso? A Mobiltec, por exemplo, trabalha com uma rede de parceiros apta a realizar todo o processo de implantação dos softwares de MDM. Mas caso opte por fazer a implantação por conta, lembre-se de dimensionar a equipe necessária, o espaço físico (pois o enroll de todas as soluções de MDM exige acesso físico ao dispositivo). Caso os equipamentos já estejam em uso, recomenda-se que você faça a implantação de uma equipe por vez. Assim você não precisa deixar todo mundo parado até que se conclua o processo. Por fim, dependendo da quantidade é importante combinar com o fornecedor de MDM do dia e horário previsto para o enroll, para que haja um suporte disponível, caso seja necesário.

Feito isso, é vida que segue, agora com o parque de dispositivos móveis da sua empresa mais protegido para que vocês possam extrair o máximo dos benefícios da mobilidade.

Publicada em 27 de julho de 2016

Contato

Escolha um dos canais abaixo e saiba mais sobre nós.

Mobiltec - Mobilidade em Negócios

contato@mobiltec.com.br

São Paulo - (11) 4152-8439

Porto Alegre - (51) 4061-3021

Trabalhe Conosco

Confira nossas vagas e envie seu currículo.

Quer atuar em uma empresa com foco em desenvolvimento mobile para as plataformas mais populares do mercado?


Faça parte do nosso Time!