Notícias

Confira abaixo notícias sobre a Mobiltec e o mundo da tecnologia móvel.

As vantagens de um mobile middleware para a adoção da tecnologia móvel

“A dificuldade de integrar sistemas móveis com bancos de dados já existente fará com que 45% das iniciativas de mobilidade sejam adiadas ou estourem o orçamento, até 2018.” John Jackson - IDC

A declaração acima revela a dificuldade que muitas empresas vivenciam, em especial as de maior porte, quando buscam adotar sistemas de mobilidade. Trata-se de uma realidade que faz com que muitas empresas optem por postergar seus planos, pois percebem que o desafio era muito maior do que simplesmente desenvolver um aplicativo e disponibilizar para suas equipes. Os dados coletados precisam ser compartilhados para que gerem informações relevantes ao controle, operação e tomada de decisão. Mas na maioria dos casos, o sistema adotado no backoffice não estava dimensionado para atender soluções móveis.

Pois bem, o tempo de postergar passou. O prejuízo de não ter mobilidade é muito maior do que os custos para sua implantação. Custa tempo, custa produtividade, custa reputação diante de um cliente que espera um fornecedor atualizado, custa dinheiro de negócios perdidos para concorrentes mais bem preparados.

Uma boa forma de lidar com essa complexidade é a adoção de um mobile middleware.

Um mobile middleware é um sistema que atua como um mediador, promovendo a integração e sincronização de aplicações móveis com sistemas corporativos já existentes. Em alguns casos, como no M3 da Mobiltec, pode ainda servir de base para a construção dessas aplicações, caso ainda não estejam disponíveis. Basicamente, o sistema assume funções complexas como segurança, comunicações, garantia de integridade dos dados, gerência dos arquivos transmitidos e recebidos, controle dos dispositivos móveis, escalabilidade, entre outras.

O mobile middleware se apresenta como uma boa solução, que pode poupar tempo e esforço para a adoção da mobilidade. Isso porque muitas vezes, os sistemas que precisam ser integrados são de fornecedores distintos, desenvolvidos em momentos diferentes e com tecnologias que não podem se comunicar. O desafio aqui é levar dados de aplicações de um lado para outro, apesar das incompatibilidades presentes. Cada um desses sistemas precisa ter sua tecnologia transformada para ser interpretada do outro lado. E isso pode ser executado de diversas formas, seja utilizando serviços, troca de arquivos ou o que for mais adequado para cada contexto.

Definindo a melhor forma de utilização do mobile middleware:

Como já mencionamos, existe diversas formas de adoção do sistema de integração, que podem ser mais adequadas em cada contexto. Por exemplo, em sistemas legados mais antigos que não são voltados a web, não possuem camadas de serviço, a solução ideal pode ser o formato de entrada e saída de arquivos. Já se um sistema corporativo usa um banco de dados, a integração pode ser através da coleta e inserção de dados diretamente nesse banco.

Além disso, existem requisitos não funcionais que devem ser levados em conta, como o custo de uma estratégia em relação a outra, a performance esperada em produção e outros fatores. Também é possível que seja necessário desenvolver adaptadores para a solução e o aplicativo que será utilizado nos dispositivos, para após realizar a homologação, os testes e finalmente colocar em produção.

Como pode ser observado, existe um caminho a percorrer até que a solução esteja pronta para gerar resultados, mas sem dúvidas, é uma trilha otimizada e necessária. E você? Já considerou a adoção de um Mobile Middleware?

Publicada em 20 de julho de 2016

Contato

Escolha um dos canais abaixo e saiba mais sobre nós.

Mobiltec - Mobilidade em Negócios

contato@mobiltec.com.br

São Paulo - (11) 4152-8439

Porto Alegre - (51) 4061-3021

Trabalhe Conosco

Confira nossas vagas e envie seu currículo.

Quer atuar em uma empresa com foco em desenvolvimento mobile para as plataformas mais populares do mercado?


Faça parte do nosso Time!